• Andresa Forster

Liberdade para viver

Uma amiga me mandou uma mensagem feliz para contar que havia sido demitida. Sim, ela estava feliz.


Os últimos tempos, para ela (assim como para vários), vinha sendo bem devastador. Mãe quase solo de uma criança linda, tendo que pagar todas as contas e despesas da casa, dela e da criança, sofrendo com um dos trabalhos que tinha, onde os valores morais do empregador não coincidiam com os dela, acabou desenvolvendo uma série de impactos recorrentes em seu corpo - hora era uma dor de cabeça paralisante, hora as costas travadas, e por aí vai. O grande ponto é que esses desafios da saúde não apenas impactavam esse trabalho, como também os demais; assim como o papel de mãe.


Ainda assim, ela permanecia no trabalho - tinha um salário, algum dinheiro que entraria no final do mês - ufa, que bom!


A saúde? Bom, para isso ela ia ao médico, eles prescreviam uns remédios, ela tomava e os problemas "melhoravam".


Então, ter sido demitida significava para ela liberdade, agora ela estava livre de todo esse sofrimento, de toda essa dor, poderia focar nos trabalhos onde se sentiria mais realizada e respeitada.


Que ótimo, né?


Mas aí, ela precisou falar com os pais. Eles estavam preocupadíssimos, mesmo não morando com ela há anos, temiam e que ela ficasse sem dinheiro, que não tivesse como cuidar da criança, que fracassasse.


E como seria não ter mais esse dinheiro fixo entrando todo mês? E se faltasse mesmo?


Aí, ela se sentiu culpada... Ficou triste, preocupada com o que aconteceria. Perdeu o sono e começou a ficar desesperada.


Se você se reconhece nessa história como essa minha amiga, lembre-se de tudo o que lhe trouxe até aqui. Lembre-se que os seus pais tem os pontos de vista deles, só isso. Talvez eles, na sua situação, fizessem diferente. E lembre-se que você já é grande e pode construir a sua vida como você quiser.


E se você se identifica com os pais dela, permita-se liberar os seus filhos para que eles sigam a vida deles, e mostre que você está ali, para quando, e se, eles precisarem e escolherem você.


Amiga, você pode tudo! Tenha fé, acredite no que você quer e siga o seu caminho. Mude de rota quando quiser, sempre que quiser, mas viva. Experimente!


Nota: Este texto foi lido e aprovado por ela, antes da publicação. Entendemos, eu e ela, que poderia ajudar outras pessoas que passam por situações semelhantes, em qualquer uma das posições.


#BemEstarZen #Thetahealing #BarrasdeAccess #Acupuntura #FloraisdeBach #Reiki #PenseSintaExperimente #Escolhas #Viveravida #SeuCaminhoSuaJornada


Posts recentes

Ver tudo

Não!