• Andresa Forster

O que há de bom no mundo?

Lembro-me de um vídeo que vi, já há alguns anos, e que eu inclusive usei em alguns cursos que ministrei. Já mandei para alguns clientes também.


Era uma palestra de um fotógrafo que trabalhou para uma conceituada revista reconhecida pela qualidade de suas fotografias.


Nessa palestra, ele comenta, dentre outras coisas, como teve que treinar o seu olhar para ver o que há de bom no mundo, para buscar motivos para ficar feliz, motivos para agradecer, motivos para celebrar.


Esse vídeo me marcou muito. Pois realmente, às vezes é tentadora a vontade de ficar olhando para tudo de ruim que acontece na nossa vida, no mundo, na vida dos outros; até porque, muitas vezes nos surpreendemos negativamente com isso. Fora isso, é comum outras pessoas nos lembrarem de coisas ruins; o jornal, o grupo de comunicação dos amigos, o nosso chefe, até alguém próximo que está com dor de dente.


Mas esse fotógrafo nos lembra que o mesmo mundo violento e bárbaro, por um lado, pode ser cheio de paz e alegria, por outro.


Eu me pego pensando quantas vezes nós preferimos focar e repetir, inclusive, a violência e a barbaridade, ao invés da paz e alegria. Qual desses lados você tem dado maior foco na sua vida? Ao que há de bom no mundo? Ou há um apego ao sofrimento?


Para quem tiver curiosidade, é a palestra do Dewitt Jones - Celebre o que há de bom no mundo!

https://www.ted.com/talks/dewitt_jones_celebrate_what_s_right_with_the_world/transcript?language=pt-br


#BemEstarZen #Thetahealing #BarrasdeAccess #Acupuntura #FloraisdeBach #Reiki #PenseSintaExperimente








  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon